E-commerce: Dados do comércio eletrônico de 2019


e-commerce: imagem de notebook

O crescimento do e-commerce na pandemia não é surpresa pra ninguém, mas mesmo assim os dados ainda assustam, o Brasil registrou um aumento médio de 400% no número de lojas que abriram o comércio eletrônico por mês durante este período (via Isto É).

Mas se engana quem pensa que o e-commerce só é lucrativo em casos particulares como esse, desde 2019 o comércio eletrônico vem demonstrando crescimento excepcional.

Confira abaixo alguns dados de 2019 que irão te incentivar a investir no e-commerce, além de te ajudar a perceber as necessidades do consumidor. A fonte de cada um desses dados e de outros está disponível neste link.

Vendas no e-commerce

Para começar, no primeiro semestre de 2019 o e-commerce cresceu 12 %, assim faturando R$26,4 bilhões. Muitos brasileiros são recentes nesse mundo de compras virtuais, cada vez mais pessoas estão adotando essa nova prática, 5,3 milhões de brasileiros fizeram sua primeira compra online somente no primeiro semestre de 2019.

E você sabe qual região do Brasil se dá melhor quando o assunto é vendas pela internet? O nordeste foi o campeão de vendas no e-commerce no primeiro semestre de 2019, faturando R$ 15 bilhões. O Brasil é o país que mais fatura com o comércio eletrônico na América Latina.

Você conhece a Black Friday né? Mas aqui vai uma breve explicação e dados desse importante evento. Black Friday é o dia que inaugura a temporada de compras natalícias com significativas promoções em muitas lojas retalhistas e grandes armazéns. É um dia depois do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, ou seja, celebra-se no dia seguinte à quarta quinta-feira do mês de novembro. Agora vamos ao que interessa, o e-commerce faturou R$11,95 bilhões somente na Black Friday 2019, com crescimento de mais de 30% em relação à 2018.

Outra data importantíssima para o comércio, é o Natal, no feriado de 2019 o e-commerce brasileiro faturou R$14,1 bilhões, aumento de quase 30% em relação à 2018.

Ok, agora que você já comprovou com os dados, que sim, o comércio eletrônico está crescendo cada dia mais no Brasil e no mundo com ou sem pandemia, vamos a alguns dados sobre experiência do consumidor.