• Editorial

E-commerce: Dados do comércio eletrônico de 2019


e-commerce: imagem de notebook

O crescimento do e-commerce na pandemia não é surpresa pra ninguém, mas mesmo assim os dados ainda assustam, o Brasil registrou um aumento médio de 400% no número de lojas que abriram o comércio eletrônico por mês durante este período (via Isto É).

Mas se engana quem pensa que o e-commerce só é lucrativo em casos particulares como esse, desde 2019 o comércio eletrônico vem demonstrando crescimento excepcional.

Confira abaixo alguns dados de 2019 que irão te incentivar a investir no e-commerce, além de te ajudar a perceber as necessidades do consumidor. A fonte de cada um desses dados e de outros está disponível neste link.

Vendas no e-commerce

Para começar, no primeiro semestre de 2019 o e-commerce cresceu 12 %, assim faturando R$26,4 bilhões. Muitos brasileiros são recentes nesse mundo de compras virtuais, cada vez mais pessoas estão adotando essa nova prática, 5,3 milhões de brasileiros fizeram sua primeira compra online somente no primeiro semestre de 2019.

E você sabe qual região do Brasil se dá melhor quando o assunto é vendas pela internet? O nordeste foi o campeão de vendas no e-commerce no primeiro semestre de 2019, faturando R$ 15 bilhões. O Brasil é o país que mais fatura com o comércio eletrônico na América Latina.

Você conhece a Black Friday né? Mas aqui vai uma breve explicação e dados desse importante evento. Black Friday é o dia que inaugura a temporada de compras natalícias com significativas promoções em muitas lojas retalhistas e grandes armazéns. É um dia depois do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, ou seja, celebra-se no dia seguinte à quarta quinta-feira do mês de novembro. Agora vamos ao que interessa, o e-commerce faturou R$11,95 bilhões somente na Black Friday 2019, com crescimento de mais de 30% em relação à 2018.

Outra data importantíssima para o comércio, é o Natal, no feriado de 2019 o e-commerce brasileiro faturou R$14,1 bilhões, aumento de quase 30% em relação à 2018.

Ok, agora que você já comprovou com os dados, que sim, o comércio eletrônico está crescendo cada dia mais no Brasil e no mundo com ou sem pandemia, vamos a alguns dados sobre experiência do consumidor.

Experiência de compra online

Pesquisas de experiência são interessantes para saber o que é importante para o consumidor, para que assim você possa focar e melhorar esses aspectos da sua loja virtual.

Uma experiência insatisfatória de devolução do produto afeta a probabilidade de 69,9% dos compradores brasileiros voltarem a comprar de um varejista. Já a experiência positiva é o que mais converte em compras no e-commerce. 23% dos brasileiros pagariam mais para ter uma boa experiência de compra online.

Autoridade é tudo! Marcas confiáveis em produto, experiência de compra e impacto social têm 72% mais chances de conquistar consumidores leais e defensores.

80% dos brasileiros dizem que eficiência, conveniência e atendimento são os elementos mais importantes da experiência positiva no e-commerce.

Confira abaixo mais detalhes sobre o comportamento do consumidor.

Comportamento do consumidor

Você acredita que entrega rápida seja uma das prioridades dos consumidores? Bom, os seguintes dados não confirmam muito isso, 47% dos consumidores não aceitariam pagar mais caro no frete para receber o produto mais rápido.

Uma das partes mais importantes do seu site é o design, ele tem que ser claro, limpo e simples. 75,6% dos consumidores afirmaram que trocam de site quando não encontram o produto que precisam. 69,7% dos consumidores pesquisam produtos em um site por meio do campo de buscas.

Quer mais dados que comprovam como você deve se preocupar com o design da sua loja virtual? 57,4% dos consumidores voltam a comprar quando o site tem fácil navegação.

A estratégia de SEO é outro aspecto essencial para o e-commerce, 76,8% das pessoas buscam informações sobre produtos online no Google.

O que mais afeta a decisão de compra no e-commerce no geral são os preços e promoções e o frete e prazo de entrega. Frete é o maior problema do comércio eletrônico brasileiro para 54,2% dos consumidores.

E sobre os marketplaces? Será que vale a pena investir? 95% dos compradores online no Brasil usam os marketplaces. 39% dos brasileiros que compram em marketplaces acabam comprando com maior frequência. 57% dos consumidores brasileiros disseram já ter feito uma comprar na Amazon.

30% dos consumidores já desistiram de comprar de empresas que não possuem valores alinhados às suas crenças pessoais. Mas 60% dos brasileiros, acreditam que marcas usam questões sociais apenas para vender mais.

95% dos brasileiros revelam falta de apego a produtos, lojas ou marcas. Mas o consumidor brasileiro que confia em uma marca tem mais chance de comprar novos produtos (58%) do que de marcas que não confia (23%).

59% dos consumidores brasileiros pesquisam produtos de cuidados pessoais toda semana.

E para finalizar, a compra online é preferência de 74% dos consumidores brasileiros.

Espero que esses dados tenham te incentivado a entrar para o mundo do e-commerce.

Confira também nossas soluções para segurança e automatização da sua empresa, Simplifica XP, Atualiza XP e Proteja XP.

E acompanhe as outras dicas no nosso blog e no nosso facebook.